As Melhores Vagas de Emprego do Mundo

ASSOCIAÇÃO PROGRESSO – Vaga para Oficial de APSS para o Projecto de TB/HIV

Sansão Machava
Sansão Machava

A ASSOCIAÇÃO PROGRESSO pretende recrutar para o seu quadro de pessoal, um Oficial de APSS para o Projecto de TB/HIV , para trabalhar ao nível da província de Niassa, norte de Moçambique.

Descrição

  • A Associação PROGRESSO é uma Organização Não-Governamental de membros (ONG), que foi criada formalmente em 1992. O objectivo da Associação é proporcionar aos membros uma plataforma a partir da qual eles possam envolver-se directamente na promoção de mudanças nas comunidades de base, em particular crianças, mulheres e jovens, desempenhando um papel activo no desenvolvimento das comunidades locais
  • A Progresso implementa programas de desenvolvimento comunitário nos sectores de educação, saúde e educação para a cidadania, prioritariamente nas províncias de Cabo Delgado e Niassa, mas também noutras províncias conforme as necessidades dos projectos de financiamento. Os programas sectoriais encontram seu enquadramento estratégico no Programa de Desenvolvimento 2021-2024
  • A Associação Progresso, em colaboração com o Centro de Colaboração em Saúde (CCS), e a DPS Niassa está iniciando um novo projecto focado na redução da incidência de HIV/AIDS e Tuberculose (TB) nas províncias de Cabo Delgado e Niassa. O projecto mencionado apresenta os seguintes objectivos específicos:
  • Contribuir para a redução de novas infecções por HIV em 33%, de aproximadamente 36 mil pessoas em 2016 para aproximadamente 24 mil pessoas até 2020
  • Contribuir para a redução das mortes relacionadas com o HIV (incluindo as dos pacientes com TB) em 33%, de aproximadamente 244 / 100,000 em 2016 para aproximadamente 165/100,000 até 2020
  • Contribuir para a redução das taxas estimadas de infecção do HIV infantil em mulheres HIV positivas que apresentaram nos últimos 12 meses de 11,1% em 2016 para menos de 5% até 2020
  • Contribuir para a redução da incidência da tuberculose de 551/100.000 em 2015 em 5% ao ano até 2020 (Relatório Global da OMS sobre TB 2015)
  • Contribuir para reduzir a taxa de mortalidade da tuberculose de 74/100.000 em 2015 para aproximadamente 63 / 100.000 até 2020. Relatório Global de TB da OMS 2015)
  • Gerando resultados nutricionais melhorados para 80% dos estimados 221.970 beneficiários directos, incluindo mulheres grávidas e infantes e crianças com menos de 2 anos de idade
  • O Oficial de APSS, tem a tarefa de apoiar a implementação das actividades de apoio psicossocial a nível da província, garantindo a ligação das actividades entre a comunidade e a unidade sanitária através de capacitação, apoio técnico e supervisão das actividades das OCB com vista a melhorar a adesão e retenção dos pacientes em TARV (crianças, adultos, idosos, mulheres grávidas e lactantes) nos serviços dos Cuidados e Tratamento, PTV e Tuberculose

Responsabilidades

  • Apoiar, monitorar e supervisionar as actividades das OCB na implementação das estratégias de retenção ao TARV (US e comunidade), estratégia da Mãe Mentora e o Pacote de Engajamento Masculino com vista a melhorar a adesão e retenção dos pacientes aos Cuidados e tratamento, PTV e engajamento do homem nos serviços de saúde
  • Participar e se necessário representar PROGRESSO nos encontros com os Serviços Distritais de Saúde e parceiros clínicos ou comunitários
  • Coordenar com os SDSMAS/US, actividades de retenção ao TARV (US e comunidade), estratégia da Mãe Mentora e Envolvimento Masculino durante a planificação conjunta
  • Em coordenação com o coordenador provincial, garantir que as OCBs tenham disponíveis todos Kits, instrumentos de registo, equipamento de protecção individual e meios necessários para realização das actividades na comunidade
  • Em coordenação com o supervisor distrital, monitorar as actividades do supervisor de campo e das OCBs na realização das actividades de suporte: sessões de diálogos comunitários, sessões de engajamento masculino e na comunidade
  • Apoiar e monitorar as OCB na implementação comunitária de estratégias nacionais da mãe mentora, engajamento masculino e diálogos comunitários em todos distritos de intervenção
  • Apoiar as US na operacionalização de um sistema funcional de triangulação eficaz dos pacientes buscados e retornados a US, através dos gestores de caso
  • Monitorar os gestores de caso das US, na gestão do levantamento das listas de pacientes faltosos e abandonos e alocar para buscas consentidas aos activistas das OCBs
  • Dar apoio técnico e suporte ao gestor de caso na gestão das guias de referência e contra referencias vindas da comunidade e na monitoria das actividades diárias da mãe mentora, activista e o Homem campeão provenientes da comunidade
  • Em coordenação com o supervisor distrital, monitorar e supervisionar as actividades do supervisor de campo e gestor de caso na gestão das listas de pacientes faltosos e abandono ao TARV nas US e triangular com a base de dados, IDART e livro de faltosos e abandonos da farmácia quinzenalmente
  • Prover apoio técnico e supervisão aos conselheiros leigos nos sectores de UATS (gestão de testagem dos utentes e ligação aos C&T) e APSS (sessões de APSS, actualização da Ficha Mestra, triangulação das listas, chamadas telefónicas e registo do livro de chamada e VD da US) no cumprimento das tarefas diárias
  • Em coordenação com o supervisor distrital, assegurar a monitoria e supervisão às mães mentoras, no seguimento individualizado das mulheres grávidas e lactantes HIV+ e suas crianças expostas até ao seu diagnóstico definitivo
  • Em coordenação com o supervisor distrital, prover apoio e suporte ao supervisor de Campo e Oficial de Programa das OCB no seguimento das actividades da mãe mentora, desde a monitoria das visitas domiciliárias (preventivas e de perda de seguimento da mulher grávida e lactante), avaliação nutricional, rastreio de TB e avaliação do registo dos instrumentos das mães mentoras
  • Dar apoio técnico e capacitação contínua aos supervisores distritais, conselheiros leigos e gestores de caso
  • Realizar formações do pessoal da saúde e actores comunitários, em pacotes específicos de retenção ao TARV (US e comunidade), mãe mentora e pacote do engajamento masculino
  • Monitoria das actividades de retenção ao TARV (US e comunidade), actividades da mãe mentora e o pacote do engajamento masculino através de encontros técnicos de discussão para melhoria da implementação
  • Participar em visitas de supervisão com as DPS/SDSMAS/US e garantir a operacionalização do plano de seguimento das recomendações
  • Prover apoio técnico aos supervisores distritais no processo de recolha, compilação e envio atempado dos relatórios mensais distritais para os Oficiais de M&A do PROGRESSO
  • Em coordenação com o gestor de caso e conselheiro leigo, monitorar a participação de todos os actores comunitários nos encontros de discussão semanal de dados na US e produzir o relatório e plano de acção
  • Em coordenação com o supervisor de campo, monitorar a participação dos actores comunitários (activista, mãe mentora e homem campeão) nos encontros do comité de saúde na comunidade e assegurar o reporte dos principais problemas da US ao supervisor de campo
  • Apoiar os supervisores distritais na gestão de um sistema de referenciamento e transportes das amostras
  • Em coordenação com o Oficial de Programa (TB/HIV) e os supervisores distritais garantir o rastreio periódico TB e HIV dos activistas, supervisores de campo, mães mentoras e homens campeões envolvidos na implementação das actividades comunitárias
  • Assegurar a realização semestral da avaliação das competências técnicas dos Supervisores distritais e staff de apoio da US (gestor de caso e conselheiro leigo)

Requisitos

  • Formação na área de saúde (Psicologia, técnicos de Psiquiatria, enfermagem e técnicos superiores de saúde)
  • Mínimo de 3 anos de experiência em programas de saúde pública, principalmente os relacionados HIV e TB
  • Conhecimento sobre o Serviço Nacional de Saúde e estratégias de adesão e retenção ao TARV
  • Conhecimento e domínio da estratégia Nacional da Mãe Mentora, Envolvimento Comunitário em referência ao
  • Engajamento Masculino
  • Fortes conhecimentos na gestão e supervisão de activistas na comunidade
  • Capacidade para trabalhar sob pressão e grande habilidade para cumprimento de prazos
  • Habilidades de comunicação, coordenação e trabalho em equipa
  • Capacidade para trabalhar com autonomia e responsabilidade
  • Capacidade para trabalhar em equipa e com habilidades para liderança
  • Habilidade para realizar múltiplas tarefas e gerir efectivamente situações de pressão
  • Disponibilidade para viajar ao nível dos distritos

 

Como se Candidatar

Os candidatos devem Enviar os seus documentos para o seguinte endereço de email: [email protected], onde deverão indicar o assunto “Oficial de APSS para o Projecto de TB/HIV”

Exigências

  • Carta de Apresentação
  • Curriculum Vitae
  • Certificado
  • B.I.

Local: Niassa/Moçambique

Validade: O concurso é válido até o dia 13 de Fevereiro de 2021.

Sansão Machava
PSICOLOGIA

Deixe o seu Comentário